Limpeza de cisterna
Administração de Condomínios

A Importância da Limpeza de Cisterna e Caixa D’Água em Condomínios

O principal objetivo da limpeza de cisterna e caixa d’água é manter a qualidade da água que as pessoas consomem.

Caso contrário, há um maior risco da contaminação da água e, consequentemente, maior risco de doenças.

É um tipo de serviço executado por uma empresa especializada, pois contam com uma equipe treinada para fazer toda a higienização tanto da cisterna quanto da caixa d’agua.

Então, o síndico deve estar sempre atento quanto à periodicidade dessa limpeza, a fim de assegurar a saúde de todos os moradores, e sem falar que existe uma lei.
Vamos mostrar aqui por que é tão importante fazer essa limpeza, a frequência e muito mais.

Limpeza de Cisterna
Limpeza de Cisterna

Por que é importante a limpeza da cisterna e caixa d’água?

Parece um pouco óbvio, mas à medida que a cisterna e a caixa d’água armazenam a água utilizada por todos, é de fundamental importância mantê-las sempre limpas e higienizadas.

Uma limpeza inadequada ou mesmo a falta de limpeza pode afetar a saúde dos moradores, por conta da contaminação da água por insetos, bactérias e sujeiras.

Para isso, é preciso contratar uma empresa especializada, que além de fazer toda a limpeza, faz também uma desinfecção e higienização.

Vale lembrar que, no estado do Rio de Janeiro, existe uma lei que determina a obrigatoriedade da limpeza e higienização dos reservatórios de água, de forma a garantir os padrões de potabilidade.

Com que frequência deve ser feita a limpeza de caixa d’água?

Na verdade, isso depende muito do tamanho do condomínio, mas o mais indicado é que a limpeza seja feita pelo menos a cada seis meses.

É importante saber que amostras da água são recolhidas para verificar a potabilidade da água.
E no caso de estar contaminada, seja lá pelo que for, o condomínio tem um prazo para resolver, podendo até mesmo receber uma multa.

Só depois disso que é emitido um documento comprovando a qualidade da água.
Ainda segundo a lei, os condomínios podem ser vistoriados por fiscais dos órgãos responsáveis, como a ANVISA. Isso mostra a importância de manter cisternas e caixas d’água nos devidos padrões.

Quais os cuidados com cisternas e caixas d’água

É essencial que todos os reservatórios estejam tampados, pois isso afasta a entrada de insetos e outros animais, por exemplo, pombos e ratos.

E sem falar no mosquito da dengue, pois preferem água limpa e parada. Ou seja, a limpeza da caixa d’água também evita a proliferação do mosquito.

Mas isso não significa que a água não possa estar contaminada. É normal os minerais da água formarem um lodo no fundo da caixa, no caso de ficar parada por um longo tempo.
Além disso, com o tempo, há acúmulo de resíduos nas paredes, mais um motivo para a limpeza e devida higienização.

E por falar em cisternas, é importante que estejam sempre impermeabilizadas.
Então, o síndico deve estar atento às datas e sempre seguir todas as orientações para manter a saúde de todos os moradores.

Veja também nossos outros posts:

Manutenção Elétrica é de Responsabilidade do Condomínio ?

Como Funciona a Lei que Obriga Profissionais de Educação Física nos Condomínios?

Similar Posts