Atenção aos Sinais de Desabamento em Condomínios
Administração de Condomínios

Atenção aos Sinais de Desabamento em Condomínios

A maior preocupação de moradores de um edifício é quanto a desabamentos, mas você sabia que o prédio dá sinais antes de desabar?

Por isso que é tão importante estar sempre vistoriando todas as estruturas e se possível, pedir uma inspeção mais técnica.
E, muitas vezes, tragédias podem ser evitadas, simplesmente ao prestar atenção a alguns sinais.

Separamos aqui todos os sinais de desabamento e se você for síndico ou morador, caso identifique uma simples rachadura, o melhor é agir o mais rápido possível!

Atenção aos Sinais de Desabamento em Condomínios
Atenção aos Sinais de Desabamento em Condomínios

A importância de prestar atenção a sinais de desabamento

Existem alguns sinais que mostram quando uma estrutura está comprometida, e se os moradores estiverem atentos a todos eles, podem reparar possíveis falhas e assim, evitar uma tragédia maior.

Ouvimos tantos casos de desabamento de prédios, no entanto, muitos deles não aconteceriam se as pessoas estivessem mais atentas e não fossem tão negligentes.

Seja você morador ou síndico de um condomínio, caso perceba algo diferente na estrutura do prédio, até mesmo uma trinca na parede, entre em contato com um profissional para fazer uma vistoria ou mesmo a Defesa Civil.
Mas que sinais seriam esses?

Conheça os sinais de desabamento em condomínios

Por menores que sejam rachaduras ou trincas em paredes, nenhum sinal pode passar sem atenção.
Por isso, separamos aqui os principais sinais de desabamento:

  • Rachaduras e trincas nas paredes;
  • Umidade excessiva, tanto nas paredes como no solo;
  • Piso desnivelado;
  • Portas emperradas;
  • Janelas que não abrem com facilidade;
  • Armários que começam a inclinar.

O problema é que uma estrutura não cai do dia para a noite, se trata de um processo demorado, por isso que todo cuidado é pouco.
Vamos supor uma infiltração:

A água vai penetrando no concreto, até atingir as estruturas de ferro, causando corrosão e rachaduras.

Com o tempo, a ferragem fica exposta, acelerando o processo de corrosão. Nesse caso, é necessário reparar a parte afetada e estancar a infiltração.

Além disso, vários especialistas afirmam que, muitos das causas de desabamentos estão relacionadas a erros na construção.

Seja um cálculo errado na hora de distribuir o peso, até a escolha de materiais de má qualidade.
Também intervenções que não estavam previstas no projeto podem afetar a estrutura, como remoção de paredes, vigas e lajes.

Por isso que qualquer obra deve ser acompanhada por um profissional, a fim de verificar a viabilidade ou não.
Então, é um conjunto de fatores que pode acabar comprometendo toda a estrutura.

O que fazer?

Agora que você já viu os principais sinais de desabamento, a primeira coisa é acionar a Defesa Civil.

Geralmente, os engenheiros inspecionam a estrutura, os sistemas hidráulicos e elétricos para identificar alguma falha e verificar se há ou não risco de desabamento.

O ideal é que, principalmente em prédios com mais de 30 anos, que seja feita uma inspeção periódica e claro, fazer uma manutenção regular.

Apenas lembrando que, o síndico tem um papel fundamental para prevenir acidentes nas edificações.

E como é o responsável civil e criminalmente pelo edifício, deve ser comunicado no momento de obras e problemas nos apartamentos.
Por isso, é importante que ele esteja bem assessorado por engenheiros para lhe orientar da melhor maneira possível.

Veja nossos outros posts:

Manutenção Elétrica é de Responsabilidade do Condomínio ?

O Que é Coleta Seletiva e Seus Benefícios

Similar Posts